7 de Julho de 2011

Euronews - Europarlamento

6 de Julho de 2011

Tudo o que é em demasia….



A proposta de uma organização radical feminista de nome UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta) de criminalizar o piropo, arrisca-se a cobrir de ridículo a organização e fazer com que outro tipo de lutas (Como encarcerar durante umas boas décadas os broncos que matam a mulher por terem acordado mal-dispostos) também seja encarado com uma leviandade prejudicial às mesmas.

Uma Pérola feminista destas só pode vir de um agrupamento de mulheres tão feias e mal jeitosas, que nunca na sua vida, ouviram piropo, nem sequer um “rasca”!
Surpreende-me que esta organização tenha dado o Aval a uma “Slut Walk”, quando há 35 anos atrás queria proibir as “Vamps – Nome então dado pela esquerda a uma mulher bem vestida e charmosa”, que considerava um estereótipo a abater tal como a figura da “dona-de-casa”.
Concordo inteiramente com Manuel António Pina - Pretender considerar um piropo, tipo, “se tu fosses uma chávena eu mataria para poder ser o teu pires!”, ou até o inócuo “essa saia fica-te a matar”, como um insulto e uma ofensa, é tão estúpido como a decisão de um juiz em atenuar a pena de um violador porque a vítima estava de mini-saia na coutada do Macho Latino!
E se atendermos a este poema de Vinícius:

Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
Num doce balanço
Caminho do mar

Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado
É mais que um poema
É a coisa mais linda
Que eu já vi passar

Ah! porque estou tão sozinho
Ah! porque tudo é tão triste
Ah! a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha

Ah! Se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo inteirinho
Se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor

Será que a UMAR pretende prender João Gilberto se este ousar cantar aquele piropo conhecido por “Garota de Ipanema”. Será que os livros de Vinícius de Moraes acabarão proibidos e queimados numa pira pela UMAR?

5 de Julho de 2011

Adeus à "Espanhola"

A CP anunciou o fim da ligação Porto-Vigo a partir do próximo Domingo.

É uma decisão que se adivinhava, pois quando um comboio leva 3h19 minutos a fazer cerca de 160 km (Pelos carris), enquanto uma camioneta de carreira demora 1h30 a fazer o percurso de 145 km por estrada, não é difícil prever qual é o meio de transporte que vai acabar!

Se a isto juntarmos o amor que as forças vivas da região têm pela linha do Minho, que incluso levou ao malcriado, que governou Viana do Castelo até há dois anos atrás, a propor a sua substituição por um "Metro de Superfície" nada nesta noticia é para admirar.

O resto da Linha do Minho também vai pelo mesmo caminho pois por a circular em pleno século XXI comboios com a velocidade média de 50 km/h (os interregionais) ou 40 km/h (os regionais) quer apenas dizer que é uma linha para fechar.

4 de Julho de 2011

Passos escreve direito por linhas tortas

Não sei se tudo foi pensado de início, mas o resultado da aventura Nobre foi, para o PSD uma excelente estratégia vitoriosa para as presidências de 2016.

A carreira política de Nobre e o seu inconfessado mas previsível desejo de suceder a Cavaco Silva acabaram hoje com a sua renúncia ao mandato. Se Nobre já tinha perdido parte do seu eleitorado, quando se decidiu candidatar pelo PSD, acaba de perder os últimos que lhe foram fieis.
Quem não consegue honrar um mandato no parlamento, muito menos conseguirá honrar o lugar de chefe de estado.

Assim, o PSD vê desaparecer a maior ameaça à eleição de um presidente apoiado por si em 2016 e fica com um forte candidato – Durão Barroso (Ficará livre da Comissão europeia em 2015) e se os ventos não estiverem de feição a este candidato, tem Assunção Esteves na manga para ser lançada na corrida. Esta, que com toda a certeza irá ter um excelente desempenho à frente do Parlamento, e é uma mulher inteligente, para que nestes próximos 5 anos manter uma postura pouco comprometida com os possíveis insucessos governamentais e assim aparecer aos olhos do Portugueses como a “Escolha Óbvia” para Belém!

2 de Maio de 2011

OSAMA, the dead terrorist

Após ter sido eliminado pelos Navy Seals, Osama vai seguir uma lucrativa carreira no Showbizz americano


História mal contada


Alguém no seu perfeito juízo acredita que após 15 anos atrás do homem, a melhor desculpa que os Americanos arranjaram para esconder o corpo do Osama foi um funeral do mar???????

Cá para mim os corpo já está mumificado e depositado num caixote ao lado da arca da aliança

14 de Abril de 2011

Até estes emigram......

Brevemente......

Adaptação de um cartoon com mais de 35 anos do grande Vilhena

13 de Abril de 2011

A verdadeira bandeira da 3ª república

Pela terceira vez na terceira república, o FMI encontra-se entre nós com a palmatória na mão. Uma presença assim, e agora que não temos império, podemos dispensar a esfera armilar. Como somos um país oficialmente laico, digo ateu, digo anticatólico, as 5 chagas estão a mais.

Como uma bandeira apenas verde e vermelha dá um "look" ferroviário, podemos colocar lá, a organização que nesta terceira república se tornou já uma constância - O símbolo do FMI!

Férrinho de volta à piolheira

Agora que este senhor decidiu abandonar o seu exílio dourado em Paris, será que ele vai ter a honra e ombridade de explicar ao país porque é que meteu o dinheiro da Segurança Social no banco de Dias Loureiro, ao tempo sogro do seu filho?

12 de Abril de 2011

Mistério de Lisboa

Este anúncio poeticamente misterioso é publicado aos Domingos no Público, há pelo menos 15 dias.
Quem será este "Anjo escondido entre os livros" de nome Madalena.

Um Socialista com Tomates



Seguro, Costa, Pateta Alegre, Ferrinho demonstraram ter uma coluna vertebral de borracha.
A comparação que José Manuel Fernandes fez com os congressos do NSDAP de Nuremberga está completa. Tal como a Honra da Alemnha Nazi apenas teve meia dúzia de nobres a defendê-la, a Honra do PS apenas teve um único homem - Rómulo de Carvalho

11 de Abril de 2011

A primeira Boa surpresa

A escolha de Fearnando Nobre para cabeça de lista do PSD por Lisboa é a primeira boa surpresa que Passos Coelho demonstrou.

Pese embora o seu catavento passado, Fernando Nobre é alguém com obra feita, foi o único candidato presidencial a não embarcar nos insultos a Cavaco Silva e é alguém com muito para dar e fazer com que os Portugueses voltem a acreditar na política.

Com este anúncio, Passou liquidou o efeito do congresso norte coreano de Matosinhos (Hoje ninguém fala disso, nem os Abrantes) e fez disparar sobre si a ira da esquerda (Que aspirava a ter Nobre consigo), que com críticas de baixo nível, só fará aumentar a simpatia pelo visado e Passos Coelho.

23 de Março de 2011

Liz Taylor (1932-2011)

Nem um paneleiro resistiria a estes olhos!
Elizabeth Taylor faleceu hoje
Num primeiro provavelmente a história recordará os seus oito casamentos mais que as suas qualidades de actriz. Mas de certeza que estas últimas irão perdurar e sobrepor-se à fama dos casórios.
Foi conjuntamente com Mickey Rooney (Que também casou 8 vezes), a única criança actriz a manter o seu status de estrela na sua vida adulta.

NOTA: Hoje, Debbie Reynolds sorriu ao fim de 52 anos (O que é também uma má noticia)

Adeus Pilantra

Há cerca de duas horas que Sócrates apresentou a sua demissão.
....

Até agora o mundo ainda não acabou!

9 de Março de 2011

Sobre o Discurso de Cavaco



C'est étrange,
Je ne sais pas ce qui m'arrive ce soir,
Je te regarde comme pour la première fois.
Encore des mots toujours des mots
Les mêmes mots
Je ne sais plus comme te dire,
Rien que des mots
[...]
Mais c'est fini le temps des rêves
Les souvenirs se fanent aussi
Quand on les oublie
Tu es comme le vent qui fait chanter les violons
Et emporte au loin le parfum des roses.
Caramels, bonbons et chocolats
Par moments, je ne te comprends pas.
Merci, pas pour moi
Mais tu peux bien les offrir à une autre
Qui aime le vent et le parfum des roses
Moi, les mots tendres enrobés de douceur
Se posent sur ma bouche mais jamais sur mon coeur
Une parole encore.
Paroles, paroles, paroles

Os “OUTROS” que nos lixam e o “OUTRO que nos irá salvar

Quando sucede alguma desgraça no nosso país a culpa é sempre de “OUTROS” que estejam mais à mão.

E que são estes “OUTROS”?

Na grande maioria das vezes, quem acusa não faz a mínima ideia de quem são esses “OUTROS”.

Os “OUTROS” têm variado ao longo do tempo, é uma espécie de moda. No passado distante eram os Judeus, mais recentemente, na 1ª República eram os Thalassas (Monárquicos). No período seguinte passaram a ser os Comunistas aos quais se juntou, a partir de meados dos anos 60, o resto do mundo e assim foi até 1975, orgulhosamente sós! Não havia desgraça que fosse culpa nossa. Éramos como um condutor em contra-mão numa auto-estrada que telefona para as autoridades a alertar para as dezenas de veículos que circulam ao contrário.

A partir de 1974 o espectro alargou-se. A culpa pelo que corria mal era atribuída aos Fascistas e seus sinónimos (Sociais-Fascistas, Capitalistas, Monopolistas, Revisionistas, Reaccionários, etc). Os outros pertenciam sempre a um grupo indefinido que ninguém admitia pertencer. O supra-sumo da indefinição dos outros chegou com Cavaco Silva e as suas terríveis “Forças de Bloqueio”.

E como pode uma pessoa escolher um grupo de “OUTROS” quando sente a corda a apertar na garganta?

Em primeiro lugar tem de escolher um grupo ou termo que possa ser percepcionado pelo povo como responsável sem grandes perguntas e de preferência que seja tão indefinido que mesmo que alguém dele faça parte não o saiba, ou que não tenha qualquer porta-voz. Exemplos: Os “Especuladores”, ou os “Mercados” .

Apenas devemos nomear um grupo bem definido de pessoas, caso este não reaja, ou não seja imediatamente perceptível pelo cidadão comum. Exemplo: a “Maçonaria”, o “Patronato” ou, para quem não está na política, os “Políticos”. A Maçonaria é sempre útil, pois devido ao seu secretismo não responde, ou se o faz, na pessoa do Grão-Mestre, este ao desmentir geralmente convence o povo que efectivamente é o culpado. O mesmo se passa com o “Patronato” e ainda mais com os “políticos”.

Os mais radicais podem escolher os “Judeus”, mas como hoje em dia são muito poucos em Portugal e ninguém os distingue na rua, só servem para justificar as desgraças dos Árabes. Os mais rascas podem ainda escolher os tradicionais “Pretos” e os recém-chegados “Chineses”. Mas estes apenas servem para as caixas de comentários do Correio da Manhã.

Os “OUTROS” também podem ser pessoas individuais, mas neste caso importa seguir duas regras. Convém estarem mortas ou então serem tão atacadas que não vão reparar naquilo que dissermos. No primeiro caso temos o “Salazar”, que como sabemos continua a ser responsável por quase todas as desgraças de Portugal, mesmo aquelas que sucedem 40 anos após a sua morte. No segundo caso temos o “Bush”, que continua a ser culpado de tudo e mais alguma coisa, desde a guerra do Iraque até à constipação que apanhámos recentemente.

Resumindo, quando queremos um “bode expiatório”, ou seja sempre, é melhor escolhermos uma entidade desconhecida, indiferenciada para ser os “OUTROS”. Algo meio envolto em nevoeiro tal como sucedâneo desta cultura, personificada em D. Sebastião a entrar na barra do Tejo numa manhã de nevoeiro . É o “OUTRO” que nos virá salvar.

Ao contrário dos “Outros”, a este outro não têm faltado candidatos que geralmente perdem rapidamente as graças da nação. João Franco, Afonso Costa, Cavaco, Sócrates tentaram-no ser mas com nulos resultados. Salazar conseguiu iludir durante 10-15 anos (graças ao trabalho desenvolvido por o “outro” Afonso Costa, diga-se), mas de nada nos valeu. Nos últimos 25 anos, a figura do “Outro” foi ocupada pela “Europa”, uma figura que a classe política nunca quis explicar aos Portugueses, e que subliminarmente foi percepcionada como “O-sítio-de-onde-vem-o-dinheiro-e-por-isso-não-podemos-dizer-mal”. E graças a ela os Portugueses deitaram-se à sombra da bananeira e viveram, feliz e despreocupadamente, pois em caso de problemas a “Europa” ali estava para resolver.

A crise económica e a Senhora Merkel encarregar-se-ão de passar a “Europa” do “Outro que nos vinha salvar” para os “Outros que nos estão a lixar”, coisa que em si mesma não é nenhuma surpresa. Aconteceu a todos que quiseram ser o “Outro”.

Mas a verdadeira crise que vivemos não é a dívida pública, nem a privada, nem a taxa de juro, muito menos a taxa de desemprego. Os Portugueses sentem-se em crise e estão deprimidos e sem ponta de ânimo, pois por mais que dêem voltas à cabeça não conseguem, pela primeira vez na História, vislumbrar um novo “Outro que nos venha salvar”.


Texto escrito para responder ao amável convite do Delito de opinião.

8 de Março de 2011

Quem se mete com o PS ...

LEVA!!!!

Dia da Mulher





Imagens picadas em Fulltable

1 de Março de 2011

Jane Russel (1922-2011)


Os Homens preferem as Loiras, mas casam com as morenas

A Loira (Falsa) morreu há 50 anos, e a morena faleceu ontem.

28 de Fevereiro de 2011

Porque José Alberto Carvalho não voltou à SIC?



Porque José Alberto Carvalho não precisa de lá estar para o canal censurar as opiniões Anti-Sócrates. Basta que este telefone a Francisco dá-se-bem-com-deus-e-com-o-diabo Balsemão.

Como a TVI nem sempre "ouve a voz do chefe", é necessário mandar o José Alberto Carvalho e a Judite de Sousa, para exercitarem a escrita com lápiz azul.

TOP 15 - Momentos Mais Engraçados da Política Portuguesa

Annie Girardot (1931 - 2011)

A França perdeu umas das suas grandes damas da representação.
Annie Girardot faleceu hoje após 4 anos de sofrimento provocados pela Doença de Alzheimer. Morre esquecida de tudo o que tinha feito em vida.

Mas se infelizmente Annie não se pode lembrar, cumpre-se a nós, todos os seus admiradores, nunca a esquecer.
Annie Girardot em Rocco e seus irmãos de Visconti

23 de Fevereiro de 2011

Tiranos

Há bastantes anos, o Tirano Kadhafi num discurso em Tripoli exigiu que portugal concedesse a independência às "Ilhas atlânticas " sob ocupação colonial - Açores e Madeira!

Consta que a diplomacia Portuguesa lhe envoiu um telegrama a aconselhar o estudo da Geografia, pois o Tirano tinha-se esquecido das Berlengas, Estelas e Farilhões.

a partir daí as únicas noticias deste Tiranete, relacionavam-se com "Gajas" e com o facto de dormir sempre em tendas, após ter levado com umas bombas bem mandadas por Reagan.

22 de Fevereiro de 2011

Engenheiro mata com neta ao colo

Engenheiro mata com neta ao colo

Em Portugal, Homens decentes não andam com armas no bolso!

15 de Fevereiro de 2011

Lido

[...]O Vinho do Porto original voltou ao mercado soviético depois do 25 de Abril de 1974, passando a ser também conhecido como “sangue, suor e lágrimas do camarada Álvaro Cunhal”.
Porém, o seu alto preço tornava-o pouco acessível.[...]

José Milhazes

Mubarak no Twitter

14 de Fevereiro de 2011

A Gamela do Orçamento da República


Neste documento estão listadas todas as organizações da administração pública que existiam em 2009, ocupando 144 páginas.
Nesta lista estão desde as CCDR’s as Câmaras Municipais e Freguesias, Hospitais e Universidade e um sem número de empresas municipais, “agências” e associações cujo nome e profusão me leva a suspeitar que apenas existem como armazém de “Tachos” bem pagos.
Analizando esta lista surgem alguns nomes, que para não dizer outra coisa, os apodo de “Caricatos”

Assim sendo temos:
A "Associação de freguesias da cidade de Beja", que são apenas 4 e não percebo porque têm uma associação? E o resto das freguesias do concelho? São de 2ª Classe?

Em Santarém, também temos a “Associação de Freguesias de Direito Público da Cidade de Santarém”. Em Santarém são apenas 4 freguesias, embora desconheça se todas são de “Direito Público”. Ao contrário do Concelho de Beja, no de Santarém existe ainda a “Scalabis Norte – Associação de Freguesias de Direito Público do Norte do Concelho”.
Descendo um pouco no mapa, chegamos ao Alentejo e aí temos uma profusão de comensais do orçamento:
Começando no litoral temos:

Polis Litoral Sudoeste – Sociedade para a Requalificação e Valorização do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, S.A.” e a “A.M. L. A. - Associação dos Municípios do Litoral Alentejano”, mas ainda há mais. Mesmo existindo a AMLA, também existe a “A.M.B.A.A.L - Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral
OK?
Mas ainda não acabou. ~
Ainda existe a “C.I.M.A.L. - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral” e a “ADL – Associação de Desenvolvimento do Litoral Alentejano” e a “ESDIME – Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste CRL” (Alentejo sudoeste=Alentejo Litoral)

Deixando o litoral e indo para o norte da antiga provincia encontramos a "Associação de Municípios do Norte Alentejano", a “Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo”, a “AREANATEJO – Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo” e por fim a “ADER-AL – Associação para o Desenvolvimento do Espaço Rural do Norte do Alentejo”.
Na parte ambiental, temos três associações que têm exactamente o mesmo propósito:

AMAGRA – Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão Regional do Ambiente” e a “AMALGA – Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão do Ambiente”. Não contentes com duas associações a tratar do mesmo em todo o Alentejo, os municipios do Alto Alentejo criaram a “AMAMB – Associação de Municípios do Alto Alentejo para o Ambiente”, para tratar dos assuntos que já eram tratados pela AMAGRA e pela a AMALGA.
Mas não se pense que esta sextuplicação de associações para a mesma coisa é um exclusivo do Alentejo, para onde quer que olhemos vemos associações e agências com o mesmo fim, para as mesmas zonas, para já não falar de nomes caricatos como “Wrc – Web Para A Região Centro, Agência de Desenvolvimento Regional, S.A.” WEB para a região centro!!!! e !”UMIC – Agência para a Sociedade do Conhecimento I.P.” (O que é que isto quer dizer?)

E o que é a Gamal – Grande Área Metropolitana do Algarve? E a Grande Área Metropolitana de Viseu? E a Grande Área Metropolitana do Minho? Eu não sei, mas é uma coisa que sai do nosso bolso.

A única coisa que me surpreende é que com tantos a comerem sem nada produzirem, como é que a República Portuguesa ainda não faliu completamente.

12 de Fevereiro de 2011

Akhenaton



Há cerca de 3300 anos Amenothep IV, alterou o seu nome para Akenathon e instituiu pela primeira vez um culto monoteísta na história.
Foi uma gigantesca revolução que passados 17 anos acabou mal. Apenas sobraram dois bustos do faraó e um busto de sua Mulher Nefertíti e talvez (nisto os estudiosos dividem-se) directa ou indirectamente a génese do Judaísmo.
Em 1984. Philip Glass escreveu a Opera Akhenaton, que provavelmente é a maior obra operática da segunda metade do Século XX.
A versão acima não é a da estreia de Frankfurt com coreografia de Bob Wilson infelizmente

11 de Fevereiro de 2011

ACABOU........

Olhem bem para esta foto.
Ela faz parte da História da Fotografia
Foi a última foto do último filme Kodachrome a ser revelada no último laboratório Kodak, que fechou portas assim que este Slide foi montado na moldura.

Acabou. Já não há mais.

Uma dúvida?

No Cairo
Onde param as mulheres?
E andam por aí uns ingénuos a chamar aquilo de revolução

7 de Fevereiro de 2011

Portugal - Anos 60


Portugal - Anos 60
A visão da TWA

4 de Fevereiro de 2011

És mesmo Parva! Ó Deolinda



Sou da geração sem remuneração /E não me incomoda esta condição
Se não incomoda então para quê mudar?

Que parva que eu sou
Lá parva és, mas na estrofe anterior não te sentias incomodada

Que mundo tão parvo /Onde para ser escravo é preciso estudar
Escrava?? Só se fores masoquista. Ainda há 3 estrofes atrás dizias não te sentir incomodada!!!!!

Sou da geração "casinha dos pais" /Se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Vives à pala do papá e mamã e tens tudo! Agora percebo que não te sentes incomodada. Continuo a não entender porque te sentes parva e escrava. Só se for do papá e da mamã!

E ainda me falta o carro pagar
Isto sim! Vive à pala, não trabalha ou recebe pouco e ainda consegue pagar um carro?

Que parva que eu sou
Sentes-te parva? Eu troco contigo. Viver à pala e ter carro! Bem bom

Sou da geração "vou queixar-me pra quê?"
Sim, lendo as estrofes anteriores, também faço a mesma pergunta. Estás a queixar-te de quê?

Há alguém bem pior do que eu na TV/Que parva que eu sou
Aleluia!!!! É claro que há pessoas bem piores que tu! São milhões

Sou da geração "eu já não posso mais!
O quê????

Vive à pala, tem carro (E telelé, pc e portátil – deduzo eu). Não precisa de dinheiro para viver e “Já não pode mais???”

Que parva que ela é!

Indignação no Egipto é contra o Sócrates

Afinal de contas, o que indigna os Egípcios, não é o ditador Mubarak, mas sim o facto de ele nada fazer contro o Roubo do P perpretado pelo Governo Português.

Vejam a raiva que vai nesta senhora Cairota

3 de Fevereiro de 2011

É disto que o Povo gosta

Porto 0 - Benfica 2

Nada como uma vitória do glorioso para por as coisas no devido lugar.

Os Portugueses já estavam fartos de ver em directo aquele desporto "egício"* que mistura lançamento de pedras, boxe, luta livre e corridas de cavalos que não se percebe quem é quem. Nem sequer conseguimos saber quais das equipas é treinada pelo Manuel José.

*Egício - Palavra do dialecto Malaca Casteleirense que em Português quer dizer "Egípcio"

20 de Janeiro de 2011

LYONCE VIIKTÓRYA!!!!

Não caro leitor, não me enganei a escrever!
O título acima é o nome que a Floribela e o Yanick Djaló puderam ao seu rebento. Tem mesmo dois Is e K e Y.

Mas quem foi o Filha da P_ _ _ do funcionário do registo civil que aceitou este nome? Já foi despedido?

E a comissão de protecção de menores, ainda não tirou o bébé aos pais? Com este nome o seu futuro está em perigo.

Contente deve estar a "Presidenta" do Brasil, que amanhã vai anunciar ao país que, graças à Floribela, os Portugueses nunca mais vão gozar com os nomes Brasileiros, como Um dois três de Oliveira Quatro, graças à LYONCE VIIKTÓRYA, são os Brasileiros que pela primeira vez na história vão poder contar anedotas sobre nomes portugueses.

19 de Janeiro de 2011

Os presidenciáveis

Não havia melhor maneira de comemorar a centenário da república que com a pior campanha para presidente da república que há memória, e com os piores candidatos de sempre.

Defensor de Moura
O que é que se pode dizer de um "alegado" candidato, que não sai da sua cidade para fazer campanha?
Se este candidato fosse conhecido do público há mais de 30 anos, Alberto Pimenta teria escrito em 1977 "O Discurso sobre Defensor de Moura".
Em Viana do Castelo, gastou milhões de euros num o programa Polis, que é composto por obras de fachada. Politicamente, revelou no Municipio, ser adepto do principio "Um Homem (Ele), Um voto (O dele)". Devido à falta de resultados, resolveu proibir a arte tauromáquica, pois Defensor é daqueles que adoraria ser "estrangeiro"
Foi impedido de se recandidatar pelo próprio partido.
A sua candidatura foi inventada pelo PS, para ter uma marioneta a debitar insultos e acusações a Cavaco Silva.
Em suma. É o retrato perfeito de um parolo de Portugal.

José Manuel Coelho
É o Palhaço da campanha. Candidatura surpresa vinda do jardim do atlântico. Apesar da distância, viajou mais que Defensor. Se tivesse atacado os politicos em geral, os juízes e os grandes interesses poderia causar alguma surpresa no próximo Domingo. Mas devido à sua fixação em Cavaco e Alberto João, faz suspeitar ser esta a 3ª candidatura PS.

Francisco Lopes
Candidato que aparece para marcar a posição do PCP, mas que parece que nem sequer consegue entusiasmar aqueles que já estão convencidos. Arrisca um resultado humilhante.

Fernando Nobre
Atirado às feras por Mário Soares para "liquidar" a candidatura de Alegre, começou a campanha mal e aos tropeções, chegando-se mesmo a prever a sua desistência. Na campanha e apesar de ter alinhado inicialmente nas calúnias contra Cavaco, cedo recuou e passou a uma campanha pela positiva. As ultimas sondagens revelam que está na disputa do 2º lugar, o que pode abrir boas perspectivas para 2016.

Manuel Alegre
Há 5 anos atrás, o Vate de Águeda, concorrendo contra tudo e todos, foi visto com simpatia como D. Quixote a lutar sózinho contra os "Moinhos", daí o seu "milhão de votos". Hoje, ninguém vê Alegre como D. Quixote. Alegre é percepcionado pelos Portugueses como um "Moinho velho", apoiado pelos mesmos partidos que há 5 anos atrás apoiavam o moinho que D. Quixote Alegre destruiu.
A sua campanha, gerida pelo Bloco, limitou-se a maledicência, à calunia e a acusações torpes, coisas que a sua personalidade não está talhada para fazer. Para além deste facto, Alegre tem Salazar dentro de si. Por ter feito parte da oposição ao estado novo, Alegre acha-se mais que os outros, nomeadamente quem era criança, ou não tinha nascido antes do 25 de Abril, gente que Alegre vê como Portugueses de 2ª.
Poderá ficar em 3º lugar, o que seria justo devido à campanha que tem feito.

Cavaco Silva
Em terra de cegos, quem tem um olho é rei. É o que se pode dizer de Cavaco Silva, quando comparado com a sua concorrência.
Durante 5 anos de mandato, pouco ou nada fez que se visse. Anunciou comunicações ao país com pompa e circunstância e depois falou sobre temas que ninguém se interessava. Recentemente promulgou um Decreto-Lei e passados 15 dias, em plena campanha, exortou a que o mesmo fosse "reavaliado".
Provavelmente vai ganhar por falta de concorrência, mas se atentarmos bem, a falta de concorrência foi sabiamente preparada por Cavaco através da aplicação da Lei de Gresham, onde a má moeda Cavaco, liquidou as outras boas moedas.

18 de Janeiro de 2011

O segundo Assassínio de Carlos Castro

No meio dos ratos, das baratas e dos vermes*.

Foi num lugar frequentado por estes bichos, que as irmãs de Carlos Castro e um "Alegado" amigo deitaram as cinzas do malogrado jornalista.

Já aqui disse que não gostava da “Figurinha” Carlos Castro, mas o nojento acto de despejar as suas cinzas num poço de ventilação do metro de Nova Iorque faz com que Castro se torne na primeira pessoa que foi novamente assassinada duas semanas depois de ter sido morto. Com este acto insano acho que talvez, estas irmãs e o alegado “Amigo”, realmente não gostassem dele.

Este acto apanhou de surpresa os Nova Iorquinos, que nas caixas de comentários dos jornais se mostram chocados, pelo acto contra a saúde pública que foi praticado e pelo ultrage à memória de uma pessoa que morreu tragicamente, como se pode ver neste comentário colocado pelo leitor Zebediah do New York Post “This is proof even his sisters hated the fat old guy. They could have flushed him down the toilet but this way is more humiliating. They got to do it in public... Either that or they're even greater imbeciles than he was. The upside of this is we'll have more news to read soon when the sisters and their mustachioed squatting friend get convicted.

Dumping the ashes down the vent - The cruelest psychopath wouldn't have thought of this.”

Ao qual eu acrescento: Nem o maior homofóbico português se lembraria de escolher um sitio destes para deitar as cinzas de Carlos Castro.

* - Aquelas cinzas que não foram parar aos pulmões dos transeuntes e utentes do Metro de Nova Iorque.

Nota: Os jornais norte americanos escreveram "to dump", o que significa "deitar ao lixo".

12 de Janeiro de 2011

Miserabilistas Portugueses

Com a triste morte de Carlos Castro aparecem aqui e ali postais a reclamar contra as caixas de comentários dos jornais online, acompanhados peloas habituais comentários miserabilistas de "nós portugueses somos assim e assado".

É certo que têm alguma razão. 90% dos comentários são feitos por pessoas com cérebros ao nível de um Australopiteco.

Mas isto não é uma característica Portuguesa. Deve ser uma característica mundial.

Tirei hoje duas pérolas do New York Daily News

Norm007

6:09 PM
Jan 8, 2011

Ugh...No wonder NYC is a cesspool of filth by allowing these foreign creeps to come here & get their jollies on. Sick!!


Read more: http://www.nydailynews.com/forums/thread.jspa?threadID=120958#ixzz1ArJc1Sbg

mimi777tran

12:59 PM
Jan 9, 2011

Justice is served!!! For every perverted, child molestor out there will think twice now before " hurting " another child. This case is a self defense case where a young, poor, straight boy was manipulated, and being used by an evil, dirty demon who was 45 years of more life experience than him, ( for his perverted sexual pleasures )...using his money to rape this kid and unlike others who often feel powerless and accept the abuse....this kid stood up for himself and struck back to gain his DIGNITY back and good for him! The boy is a victim of sexual abuse by an old pervert, which happens all the time in this twisted society and they rarely ever get caught! The demon was killed and it's a good beginning!! Hope all others can learn from this lesson and not take abuse from people like this!!! This boy should be let go, he has been hurt and abused and victimized enough....this boy is not a killer, but it was SELF DEFENSE!! GOD BLESS AND PROTECT HIM!!!


Read more: http://www.nydailynews.com/forums/thread.jspa?threadID=120958&start=20&tstart=0#ixzz1ArKMTflr

10 de Janeiro de 2011

O outro lado do Espelho do "Glamour"

Todo o país ficou chocado com o sucedido a Carlos Castro. Aquilo que, o agora aspirante a Sing-Sing fez tem explicação! Mas não tem desculpa, nem qualquer atenuante.

Antes de me alongar, importa refirir que não gostava da “figurinha” Carlos Castro. Era uma “bichona” nojenta, com a mania que era bom e era desprovido de qualquer pontra de ética, ao ser cronista social e agenciador de “famosos” para festas. Os seus agenciados eram elogiados e os “agenciados” por outrem, eram criticados, acintosamente na maioria das vezes. Mas aquilo que lhe aconteceu, eu nãoo desejo nem ao meu pior inimigo.

A morte de Carlos Castro revela uma ponta do iceberg da manipulação de sonhos de uma certa juventude, que apenas aspira a uma vida de ócio, debaixo das luzes da ribalta, sempre em festas e com dinheiro fácil. Para quem não tem “pedigree” ou dinheiro, a entrada nesse mundo tem de ser feita através de uma muleta, como a profissão de Actor ou de modelo.

Mas para aceder a essas “muletas”, é necessário ter um “padrinho” ou tio (no caso de Carlos Castro). São geralmente pessoas do meio, gays ou hetero, homens ou mulheres, que dominam os cordelinhos dos “castings”, escolhendo a dedo, os jovens que, não sabendo representar, possuem dois dedos de cara e corpo. Estes “Padrinhos” prometem sucesso e entrada no mundo das festas a troco do controlo total da sua vida profissional e afectiva.

Quantos dos “Moranguitos e Moranguitas” (jovens actores e actrizes) conseguem os seus papeis em novelas, sem terem que "ir ao castigo" junto do “Padrinho” - Acho que os dedos de uma das nossas mãos chegam para os contar.

Conheço até uma caso, passado há uns anos atrás,de um ex-actor, quecontrolava “castings” de uma produtora. Um dia encontrou as malas à porta de casa, pois durante a época de audições, não sobrava nada para a mulher.

Em Nova Iorque, vimos o outro lado do espelho da vida de “Glamour” e a vista é tudo menos bonita.

5 de Janeiro de 2011

Espingardas de Vidro

Há uns anos atrás, sempre que abrissemos a Revista do Expresso, viamos em duas páginas um anúncio ao BPP, escrito pelo então deputado Manuel Alegre.
O texto do anúncio, devidamente assinado pelo próprio punho do vate deputado, começava assim:

"Fui às compras com o Dinheiro, porque esse, ao menos, sabe fazer contas. Passei por uma espingardaria, vi um par de Purdeys muito bonitas, essas armas que há muito são o meu sonho[...]
[...] O vencimento de um deputado é uma pelintrice, se não dava para os charutos do outro, como é que queres que dê para as Purdeys?[...]

Mesmo sabendo que aos deputados estava vedado o exercício da publicidade, o vate deputado embolsou o dinheiro devido pela sua prestação comercial. Dinheiro esse que mais tarde, e depois dos protestos, encaminhou para uma causa qualquer.

Há dois anos atrás, Miguel Abrantes, hoje apoiante do "Poeta candidato" escreveu o seguinte:



O caso BPP não parece configurar um crime da dimensão do BPN, mas ao contrário deste, no BPP existem milhares de aforradores quer têm as suas poupanças de toda a vida de trabalho congeladas.

Quantas centenas (ou milhares) de Portugueses colocaram as suas poupanças no BPP, ao lerem a prosa do poeta deputado?
Quantos milhões de euros foram depositados no BPP com a ajuda inestimável de Manuel Alegre?

Até hoje, o Poeta Candidato, nem sequer teve a hombridade de pedir desculpas às centenas de pessoas que o seu nome, que parto do princípio sem ser sua intenção, ajudou a ludribiar.

Como pode um homem destes aspirar a ser o Presidente de República?

4 de Janeiro de 2011

Não é part-time - É apenas incompetência

Como monárquico olho para as próximas eleições como um muçulmano para uma febra mas não posso deixar de achar que neste gruopo de candidatos, existe uma pessoa com carácter, 3 pataratas, um pateta alegre e um palhaço sem farda.

Desde há semanas que o único tema da campanha são umas acções da SLN que o candidato Silva comprou e depois vendeu com 140% de mais valia. Estes movimentos ocorreram numa altura em que na bolsa certas acções se valorizava a 1000%. A dizer alguma coisa este facto apenas demonstra que o Candidato Silva não tem futuro como especulador bolsista.

Ontem o Candidato Silva afirmou que a gestão actual do BPN é assegurada em part-time, o que motivou a ira dos outros candidatos. A meu ver esta ira não tem qualquer razão de ser, e para isso socorro-me de um postal de Norberto Pires no insuspeito "De Rerum Natura"



[...]Se as perdas fossem assumidas hoje, o custo directo para o Estado era de 2,5 mil milhões de euros. Se o BPN deixar de pagar o empréstimo à CGD temos de somar mais 4,8 mil milhões de euros, o que dá algo da ordem dos 7,3 mil milhões de euros. É um número astronómico.

Para terem uma ideia, com esse dinheiro era possível:
1. Construir
70 hospitais pediátricos como o de Coimbra (cada um custa 104 milhões de euros);
2. Comprar
486 mil FIAT 500 (cada um custa 15 mil euros);
3. Comprar
30 Airbus A380 (cada um custa 253,3 milhões de euros);
4.
Pagar o funcionamento de todas as universidades portuguesas durante 10.4 anos (custam ~700 milhões de euros por ano);
5.
Pagar 500 euros por mês a cada desempregado (600 mil actualmente) durante 24,3 anos (custaria 300 milhões por ano);
6.
Construir o TGV com ligação ao Porto (5 mil milhões) e a Madrid (2,2 mil milhões) sem precisar de ajuda da UE;
7.
Construir o novo aeroporto em Alcochete (5 mil milhões) e ainda sobravam 2,3 mil milhões para fazer hospitais, escolas, etc.
8. Fazer cerca de
141 obras iguais ao Metro Mondego (o custo da 1ª fase é de ~52 milhões de euros) que beneficiaria várias centenas de milhares de pessoas da zona centro de Portugal.[...]

Ao que eu acrescentaria

9.- Mandar construir 15 submarinos (Ou melhor construir uma marinha completa -Fragatas + Corvetas + patrulhas - inteiramente nova em folha.

Ao chamar "gestão em part-time" o Candidato Silva estava apenas a ser simpático com os senhores. Os números acima apontados mostram que actualmente o BPN ou é gerido por incompetentes ou é um veículo de transferência de dinheiro para um lado qualquer.

Com uma gestão assim mais valia porem lá os bonecos do contra-informação. o menos poupava-se nos salários